Livro Antiético, Eu?

Quando pensamos em comportamento antiético, as imagens que nos vêm à mente são as de bandidos, ladrões, executivos e políticos desonestos e quaisquer outros profissionais corruptos. Neste livro, Max Bazerman e Ann Tenbrunsel examinam como superestimamos nossa capacidade de fazer o que é certo e como agimos de forma antiética sem nos darmos conta disso.

Os autores investigam a natureza dos desastres éticos no mundo empresarial e para além dele, e ilustram como podemos nos tornar pessoas mais éticas, fechando a lacuna entre o que somos e o que queremos ser.

O livro traz explicações sólidas sobre como alguns “pontos cegos” da ética provocam tragédias e escândalos como o desastre com o ônibus espacial Challenger, o uso de esteroides na liga de beisebol profissional americana, a quebra dos mercados financeiros e a crise de energia no mundo.

Além disso, os autores sugerem táticas individuais e coletivas inovadoras para aperfeiçoar nossos discernimento e julgamento éticos em nossos locais de trabalho, nas instituições e no nosso dia a dia.

Ficha Técnica do Livro

Veja abaixo alguns detalhes e características deste livro. Aproveite para indicar ou não indicar a obra, ajudando assim toda a comunidade leitora.

Autor(es)
EditoraElsevier
IdiomaPortuguês
ISBN8535244557 9788535244557
FormatoCapa comum
Páginas216
Livro físico na

Versão em PDF

Quer salvar o resumo deste livro em PDF? Simples, clique no botão abaixo e salve o arquivo em seu computador. Lembrando que você pode distribuir este arquivo livremente sempre que quiser.

Arquivo PDF Salvar PDF

Nota ao autor: fique despreocupado pois somos totalmente contra a pirataria. Os resumos disponibilizados aqui ajudam o leitor a conhecer um pouco do seu livro e por fim incentivam a compra, te possibilitando um marketing gratuito e alavancando suas vendas. Caso queira entrar em contato conosco utilize o link no rodapé da página.

Opiniões sobre o livro

Clique no botão abaixo para saber o que as pessoas estão achando do livro Antiético, Eu?. Veja opiniões, e caso se sinta à vontade, deixe a sua também.

Ver opiniões