Depois Da Cristandade

Gianni Vattimo 

Descrição

“A expressão ‘sou ateu, graças a Deus’ é dita em italiano [e em português] como se fosse uma espécie de piada paradoxal, mas não o é tanto assim. É precisamente enquanto herdeiro da tradição judaico-cristã, que pensa o real como criação e como história da salvação, que o pensamento pós-moderno se liberta, realmente da metafísica objetiva, do cientificismo, e passa a corresponder à experiência da pluralidade das culturas e da historicidade contingente do existir. ” Diante das crises da Igreja Católica e das conseqüências da famosa afirmação de Nietzsche sobre a morte de Deus, Gianni Vattimo — integrante do Parlamento Europeu e professor da Universidade de Turim — questiona o destino da cristandade na pós-modernidade. Depois Da Cristandade mostra como fé religiosa para os que têm alguma familiaridade com a filosofia contemporânea e com a vida pós-moderna só pode ter sentido marcada pela incerteza de opinião. “O anúncio de Nietzsche segundo o qual Deus morreu, não é tanto ou principalmente uma afirmação de ateísmo, como se ele estivesse dizendo: Deus não existe”, argumenta o autor. Para Vattimo uma tese do gênero, a não existência de Deus, não poderia ter sido professada por Nietzsche, pois ao contrário, a pretensa verdade absoluta que esta encerraria ainda valeria para ele como um princípio metafísico, como uma estrutura verdadeira do real que teria a mesma função do Deus da metafísica tradicional. O mundo efetivamente pluralista em que vivemos não mais se deixa interpretar por um pensamento que deseja unificá-lo a qualquer custo, em nome de uma verdade definitiva, pois este, entre outras coisas, esbarraria nos ideais democráticos. “Minha intenção é, acima de tudo, mostrar como o pluralismo pós-moderno permite reencontrar a fé cristã. Se Deus morreu, ou seja, se a filosofia tomou consciência de não poder postular, com absoluta certeza, um fundamento definitivo, então também não existe mais a ‘necessidade’ de um ateísmo filosófico. Somente uma filosofia ‘absoluta’ pode se sentir autorizada a negar a experiência religiosa”, explica Vattimo. Depois Da Cristandade analisa o papel da Igreja não apenas como veículo da revelação, mas também e sobretudo como comunidade de crentes que, na caridade, ouvem e interpretam o sentido da mensagem cristã. Esta é uma idéia de Igreja que encontramos, por exemplo, em vários pensadores românticos e que é erroneamente considerada uma utopia a ser descartada com outras teses do idealismo dos séculos XVIII e XIX. “Talvez somente levando a sério essa utopia, o cristianismo se torne capaz de realizar no mundo pós-moderno a sua vocação de religião universal”, finaliza.
  • Idioma: Português
  • Editora: Record (18/03/2004)
  • ISBN-10: 8501066397
  • ISBN-13: 9788501066398
  • Capa comum: 176 páginas

Compre este livro na

Já pensou como seria se você pudesse ler (ou até ouvir) um livro diferente por dia gastando apenas 12 minutos?

Quero saber um pouco mais!

46
leitores acessaram a página de compra deste livro nos últimos dias


Gostou do livro?

[[like_percent()]]% indicaram