Luísa. Quase Uma História De Amor

Maria Adelaide Amaral 

Descrição

Maria Adelaide Amaral já era dramaturga e havia recebido três prêmios Molière quando estreou como romancista com Luísa (quase uma história de amor). Sucesso imediato de público e crítica, o livro foi vencedor do Prêmio Jabuti de melhor romance de 1986 e consolidou a autora como sagaz observadora dos anseios e inquietações de toda uma geração, que migrou da juventude para a maturidade nas décadas de 1960 e 1970. Na obra, Maria Adelaide retoma a personagem Luísa (da peça De braços abertos, encenada em 1984) para construir uma “quase” história de amor contada a partir do ponto de vista de cinco outros personagens. A trama propõe uma espécie de quebra-cabeça no qual o perfil de Luísa vai se construindo (e desconstruindo) aos poucos à medida que se desenvolvem os relatos das interações da personagem-título com cada narrador do romance: o melhor amigo, a melhor amiga, o apaixonado platônico, o marido, o amante. A essas visões parciais, ora complementares, ora divergentes, são acrescidos fragmentos de informação, como bilhetes pessoais e anotações dispersas na agenda da própria Luísa. Nada, porém, dá conta de revelar por completo esse “personagem ausente”. Como frisou Caio Fernando Abreu no texto de apresentação do livro, Luísa (quase uma história de amor) é “mais literário ainda pelo que deixa em suspenso: buracos, ausências, incompletudes que só o leitor poderia completar”.
  • Idioma: Português
  • Editora: Globo (10/05/2012)
  • ISBN-10: 8525052418
  • ISBN-13: 9788525052414
  • Capa comum: 272 páginas

Compre este livro na

Já pensou como seria se você pudesse ler (ou até ouvir) um livro diferente por dia gastando apenas 12 minutos?

Quero saber um pouco mais!

5
leitores acessaram a página de compra deste livro nos últimos dias


Gostou do livro?

[[like_percent()]]% indicaram